Conselhos para poupar combustível

Comportamentos que ajudam a um consumo mais inteligente

O combustível que anima o motor do nosso carro é um bem escasso. Tal como o nosso dinheiro. A sua gestão está sujeita a flutuações de preços, distâncias percorridas, estado geral do veículo e forma de conduzir.

Não podemos controlar todos os fatores, mas alguns estão literalmente nas nossas mãos, se queremos obter mais eficiência e uma utilização inteligente do combustível. E, claro, da carteira. A gasóleo ou gasolina, fique com vários conselhos que ajudam a poupar combustível.

Ao abastecer

Com a liberalização dos preços dos combustíveis em 2004, muitos condutores passaram a fazer mais quilómetros até às bombas com preços mais acessíveis. E, para lá chegarem, consomem ainda mais combustível. Por isso, antes de abastecer:

Faça-se sócio do ACP

Assim vai poder poupar até 10 litros de combustível em cada 100 km. Saiba como, através dos descontos ACP/BP.

Ateste. Sempre!

Verá que poupa tempo e dinheiro, com menos viagens à bomba de gasolina. Já agora: evite andar na reserva para evitar absorver as impurezas que se acumulam no depósito.

Abasteça de manhã ou à noite

Com temperaturas mais baixas, o combustível fica mais denso o que, na prática, significa comprar mais por menos.

Sensível no “gatilho”

Ao abastecer não pressione a pistola ao máximo. Ao fazê-lo está a deixar passar vapor que vai ocupar espaço no depósito. Pressione gentilmente para maximizar o combustível que está a comprar.

Tampa bem fechada

Pode parecer elementar, mas muitos condutores, com a pressa, deixam a tampa mal fechada. Certifique-se que tem o depósito bem fechado para que o combustível não se evapore.

Use o combustível certo

Todos os fabricantes indicam qual o combustível certo para o seu carro. Consulte o manual do veículo ou observe as indicações junto ao depósito.

Ao volante

Atenção aos pedais. Especialmente, o da direita. A forma como conduz e o uso que faz dos instrumentos e especificações do seu carro podem fazer toda a diferença. Por isso:

Seja suave no acelerador

Evite acelerações bruscas. Uma aceleração suave, ou seja, o equivalente a 20 km/h de 5 em 5 segundos, pode permitir uma poupança de combustível de cerca de 10%.

Travar, sem travar

Ou seja, levante o pé do acelerador para diminuir a velocidade, em vez de utilizar o pedal do travão, por exemplo na antecipação de semáforos ou sinal de stop. Este pequeno hábito ajuda a poupar cerca de 2% de combustível.

Olhos no conta-rotações

Um instrumento muito importante que, entre várias funcionalidades, também serve para informar sobre quando mudar de velocidade. Nos carros a gasolina, mude de velocidade ao chegar às 2500 rpm ou às 2000 rpm nos carros a gasóleo.

A maior parte dos veículos recentes possuem indicação do momento certo para a mudança de velocidade. Siga esse conselho.

Use e abuse do “cruise control”

Se o seu carro possui esta funcionalidade, aproveite. Além de ajudar a poupar combustível é muito útil para que não ultrapasse o limite de velocidade na via em que transita.

Pense na aerodinâmica

Retire as caixas de bagagem do tejadilho quando não precisar delas. Este cuidado permite poupar até 20% de combustível.

Feche as janelas

Sobretudo quando viajar em autoestrada e sempre que usar o ar condicionado.

Ainda o ar condicionado

Além de servir para mover o carro, o combustível também dá energia ao sistema de ar condicionado. Use-o com moderação, selecionando uma temperatura amena. Selecionar uma temperatura mais baixa só vai fazer com que funcione no máximo e gaste mais combustível, durante mais tempo.

Não se esqueça de desligar o ar condicionado pouco antes de finalizar a viagem e passar apenas para a ventilação. É mais um pequeno gesto que ajuda a poupar mais um pouco de combustível.

Aviso à navegação

Escolher o percurso certo entre a escola, trabalho, supermercado, escola novamente e casa pode poupar combustível. Assim:

Planeie a rota mais eficiente

Com menos desvios, menos trânsito e mais direta. A experiência conta muito, mas hoje em dia existem inúmeras aplicações que ajudam a escolher o percurso mais económico e a evitar ao mesmo tempo o trânsito.

Evite percursos de terra batida

Podem ser um atalho ou não ter mesmo alternativas, mas fique a saber que este tipo de piso pode aumentar o consumo do seu carro em 30%, quando comparado com a mesma distância em asfalto.

Ao estacionar

Até nesta manobra pode poupar combustível. Se “sonha” com um lugar à porta, saiba que há vantagens em pensar de outra forma:

Estacione assim que encontrar lugar

Sobretudo nas grandes cidades. Gasta menos combustível à procura de lugar e, além disso, permite-lhe andar, o que contribui para a sua saúde. Jogue pelo seguro e estacione, comodamente, no primeiro lugar que encontrar.

Estacione à sombra

Sabia que o combustível se evapora com o calor? Deixar o carro ao sol o dia todo. tem repercussões na bomba de gasolina. Estacione num lugar à sombra ou, pelo menos, tente deixar a zona do depósito à sombra.

Prefira o estacionamento em espinha

É difícil seguir sempre este conselho, mas o que é verdade é que a marcha-atrás é uma das mudanças que gasta mais combustível. Por isso, evite fazer grandes manobras. Se o tiver de o fazer, treine as distâncias para estacionar o mais rapidamente possível. À primeira!

Desligue o carro sempre que parar

Se só vai levantar dinheiro, buscar a mochila esquecida ou se prevê que vai ficar parado no trânsito durante algum tempo, desligue o carro. Aliás, esta é uma função desempenhada automaticamente pelos atuais sistemas “start and stop”.

Por isso, se o seu carro possuir esta funcionalidade, não a desligue. Pense que é como a luz lá de casa. Vale a pena desligar o veículo, nem que seja por um minuto.

Manutenção

Se fosse fazer uma maratona não ia querer estar em forma? Por isso É lógico que o seu carro deva estar preparado para enfrentar, sem problemas, os próximos cinco ou dez mil quilómetros. Por isso:

Respeite as revisões

A sua máquina foi pensada e construída ao pormenor. Cumpra os conselhos do fabricante e tenha a manutenção em dia. Para lhe facilitar a vida, o ACP disponibiliza oficinas de serviços rápidos para que tudo corra bem durante a viagem.

Pressão adequada dos pneus

Se pensar bem, são o único contacto que o seu carro tem com a estrada. Siga as recomendações de pressão do fabricante e, se for de viagem com o carro carregado, não se esqueça de ajustar a pressão dos pneus.

Mesmo pequenas diferenças de pressão contribuem para um maior desgaste dos pneus, mais atrito e maior consumo.

Lembre-se que circular com peso desnecessário na bagageira, contribui igualmente para um maior consumo.

Sempre atento aos níveis de óleo e do líquido de refrigeração

Sobretudo nos dias mais quentes, que esforçam mais o motor, deve controlar sempre estes dois indicadores. Se estiver atento, poderá poupar combustível e dissabores. E não se esqueça de usar apenas os produtos recomendados pelo fabricante.

Na hora de comprar

Se está na hora de trocar ou comprar automóvel ou outra solução de mobilidade, pense bem e tempere as emoções. A sua carteira e o ambiente vão agradecer.

Um modelo mais económico

Ou seja, um veículo adequado ao seu estilo de vida. Se já não precisa de levar a família toda e as 325 malas para férias, não estará na altura de pensar numa opção mais pequena ou económica?

Pondere o tipo de combustível

Há, neste capítulo, grande celeuma. A resposta, atualmente fica ao seu critério. Percorre grandes distâncias todos os dias? Um híbrido, diesel ou a gás serão as melhores opções. Curtas distâncias? Um elétrico, híbrido ou um modelo económico a gasolina podem ser mais apelativos. Depende de muitos fatores, mas a maioria deles é puramente racional.

Prefira uma transmissão manual

No mercado português, nos últimos anos, têm proliferado os modelos de automóveis com mudanças automáticas. Por muito úteis que possam ser nas subidas, consomem mais 10% a 15% de combustível do que um carro equivalente com transmissão manual.

Pondere se precisa mesmo de um carro

Não se imagina numa scooter, de capacete ao vento, sem precisar de ar condicionado ou de aguardar várias horas por semana no trânsito? Então talvez os transportes públicos sejam uma opção. Ou uma bicicleta.

Sem esquecer a “velha” boleia com os colegas do trabalho ou aderir a uma plataforma de “car pooling” ou ao “car sharing”. As opções de mobilidade são cada vez mais abrangentes. Se precisar mesmo de um carro, para o fim de semana, por exemplo, pode sempre alugar. É tudo uma questão de perspetivas e estilos de vida.

 

Para poupar ainda mais combustível faça-se sócio do ACP e usufrua de descontos ACP/BP até 10€ em cada 100 quilómetros.

E para que o seu carro esteja sempre em forma deixe a chave junto dos Serviços Rápidos ACP e fique descansado.

Boa viagem!

scroll up