Novos Ferrari 812 GTS e F8 Spider apresentados em Maranello

|AUTOCLUBE

A Ferrari deu a conhecer dois novos modelos descapotáveis, um deles a marcar o regresso de um modelo histórico.

812 GTS_01

A Ferrari escolheu as vésperas do Salão Automóvel de Frankfurt para dar a conhecer em casa, em Maranello, duas novas propostas e, ao mesmo tempo, assinalar o 50º aniversário sobre a estreia do último Ferrari descapotável com motor frontal.

A história dos Spider V12 da marca do cavalinho rampante remonta a 1948 com o lançamento do 166 MM, sendo que o último modelo da linhagem, o 365 GTS4, também conhecido como Daytona Spider, surgiu em 1969.

Agora, precisamente 50 anos depois, a Ferrari deu a conhecer o 812 GTS, o primeiro V12 frontal desde, precisamente, esse incontornável 365 GTS4. Como se o nome da marca e a linhagem do modelo não fossem suficientes, esta nova proposta de Maranello apresenta-se como o mais potente descapotável de série disponível no mercado com os seus impressionantes 800 cv.

A isto, e para tornar o 812 GTS ainda mais exclusivo, junta-se um hard top, algo de único no segmento, e que pode ser aberto em andamento até aos 45 km/h e em apenas 14 segundos.

V8 de motor central traseiro

A outra proposta da marca trata-se de um mais “comedido” V8. Também descapotável, o F8 Spider recorre ao mais tradicional motor central traseiro e dá continuidade a uma família de descapotáveis que teve origem em 1977 com o 308 GTS.

Desenhado em conjunto com o F8 Tributo Berlinetta, este novo modelo vem substituir o 488 Spider, melhorando as suas especificações em todos os aspetos. São menos 20 kg que o predecessor e mais 50 cv de potência ou seja, um total de 720 cv.

scroll up